Estudo indica que um em cada quatro adolescentes dependente de internet