Cidades


Notícias



Colunistas


Notícias

Justiça

Notícias | postado por: Mascarenhas

Claudia Leitte desabafou nesta segunda-feira (12) sobre o episódio com Silvio Santos no “Teleton 2018”. Na ocasião, o apresentador, disse, entre outras coisas, que não abraçaria a cantora para não ficar excitado. Em declaração publicada hoje, Claudia confirmou ter ficado sim constrangida e reforçou que a culpa nunca é da mulher em situações como essa.

Algumas famosas se revoltaram com o episódio e resolveram se manifestar na web. A primeira foi Maira Charken: “Se eu já era sua fã, agora então…Arrasou, mana! E o constrangimento não foi só seu, foi de todas”. Deborah Secco, a Karola de Segundo Sol, também apoiou a cantora e disparou: “Te amo! Estamos juntas”.

Bruna Marquezine e Andressa Suíta também criticaram o comportamento do dono do SBT. A esposa de Gusttavo Lima disparou: “Quantas vezes nos sentimos assim! Constrangidas, chocadas, acuadas, sem saber nem direito como reagir, porque como disse a Fernanda Lima, somos quase sempre tratadas como loucas. Importantíssimo falar, Claudia Leitte”.

Notícias | postado por: Mascarenhas

Levantamento feito pelo blog Me Salte, do Jornal Correio, e publicado hoje (9), mostra que o número de casamentos LGBTs em Salvador triplicou após o resultado das eleições deste ano. De dois pedidos por mês, as uniões subiram para seis em poucos dias.

De acordo com a publicação, no Cartório de São Caetano, por exemplo, que abrange 26 bairros, pelo menos seis casais deram entrada nos pedidos de casamento desde o dia 28 de outubro, dia do segundo turno das eleições presidenciais. O número comum é de duas solicitações por mês e, em alguns períodos do ano, não há pedidos.

Em toda a capital baiana, de janeiro a outubro, o Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA) contabilizou 19 casamentos LGBTs. A mobilização em torno do tema foi iniciada após uma declaração da presidente da Comissão Especial da Diversidade Sexual e de Gênero do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Maria Berenice Dias, após a eleição de Jair Bolsonaro (PSL) para a Presidência da República. Na semana passada, ela aconselhou que casais LGBTs corram aos cartórios.Foto David Mcnew. Metro 1

Notícias | postado por: Mascarenhas

A penhora da taça do Mundial de Clubes de 2012, conquistada pelo Corinthians, foi determinada hoje (8) pela Justiça de São Paulo. A decisão aconteceu após um processo aberto pelo Instituto Santanense de Ensino Superior, que cobra R$ 2,5 milhões do clube. O troféu vai ser penhorado para que o valor possa ser avaliado. A UniSant'Anna, de propriedade do Instituto, alugava um espaço no Parque São Jorge, sede do Corinthians no bairro da zona leste de São Paulo, que era usado com campus para a universidade. 

A faculdade alega que o clube impedia o acesso de alunos e funcionários. Em 2010, o Corinthians foi condenado no caso.Apesar da penhora do troféu, o clube não vai ficar sem o objeto nesse momento. Por enquanto, o Corinthians está apenas impedido de realizar atividades com a taça. O objeto, entretanto, pode ir a leilão caso a dívida não seja quitada.Foto reprodução Getty Imagens.Metro 1

Notícias | postado por: Mascarenhas

RIO - A fim de eliminar qualquer suspeita, parlamentares envolvidos no grande esquema de corrupção, comandado pelo ex-governador Sérgio Cabral, se valiam de algumas estratégias. Nesta quinta-feira, no entanto, o que o procurador federal Carlos Aguiarchamou de “propinolândia” começou a ruir, com a prisão de 22 pessoas numa nova etapa da Lava-Jato no Rio. Entre os acusados, estão dez deputados estaduais, sendo que três deles — Jorge Picciani, Edson Albertassi e Paulo Melo, todos do MDB — já estavam detidos, acusados de corrupção. Na ação, o vereador Daniel Martins (PDT-RJ) também foi preso.
Coleção de relógios
Se o vereador Daniel Martins (PDT) permanecer preso por muito tempo, poderá perder a noção das horas. A Polícia Federal apreendeu no gabinete do parlamentar, no Palácio Pedro Ernesto, uma caixa branca com mais de dez relógios que pertenceriam ao pedetista. Acusado de ser o operador do padrasto, o deputado Luiz Martins (PDT), também detido, o vereador, que até 2009 foi servidor da Alerj, também guardava em seu gabinete vários maços de dinheiro. Eram notas de real, de dólar e de euros. O valor, no entanto, ainda não foi contabilizado pela polícia.

Notícias | postado por: Mascarenhas

O advogado Gamil Föppel, candidato à presidência da Ordem dos Advogados da Bahia (OAB-BA), apresentou hoje uma série de propostas da chapa Renova OAB 30 a advogados e advogadas que estão lotados no município Teixeira de Freitas. Durante entrevista no programa de Lucas Bocão, na Rádio Cidade, Gamil disse que será enérgico, altivo e intransigente para fazer com que advogados e advogadas de toda a Bahia sejam respeitados nas varas, comarcas, juizados e tribunais. “Há varas em Teixeira de Freitas e na região que estão sem juízes há dois anos e sete meses, mas a OAB permanece omissa para resolver a situação”, denunciou, perguntando a advogados e advogadas da região: “Qual foi o último curso de excelência ministrado pelo Escola Superior de Advocacia?”

Notícias | postado por: Mascarenhas

O senador Otto Alencar (PSD) afirmou, em entrevista à Rádio Metrópole, que o juiz federal Sérgio Moro vai levar para o Ministério da Justiça informações ainda não reveladas da Operação da Lava Jato que podem ser usadas para pressionar parlamentares.

"Ele vai ter informações que vai chamar o presidente da República e dizer: 'eu tenho aqui esses dados de fulano de tal'. E pode usar isso para pressão de parlamentar. Isso pode ser usado. Não tenha a menor dúvida. Quem tem problema aí, pode lá na frente ter dificuldades com isso. Ele vai ser um ministro privilegiado", afirmou. "Aqueles que estão dentro do Senado e respondem a Lava Jato vão ter que votar com governo. Só se o cara for muito corajoso. Moro vai ter a informação privilegiada e vai oferecer ao presidente", acrescentou.

Notícias | postado por: Mascarenhas

Futuro ministro da Justiça no governo de Jair Bolsonaro (PSL), o juiz federal Sérgio Moro é contrário a duas bandeiras defendidas pelo presidente eleito. Segundo a coluna do jornal O Globo de Lauro Jardim, o magistrado é terminantemente contra o excludente de ilicitude e a criminalização dos sem-terra e dos sem-teto.

A primeira proposta é uma iniciativa de dar ao agente público, incluindo policiais, respaldo em suas ações contra a criminalidade. "Policiais precisam ter certeza que, no exercício de sua atividade profissional, serão protegidos por uma retaguarda jurídica. Garantida pelo Estado, através do excludente de ilicitude. Nós brasileiros precisamos garantir e reconhecer que a vida de um policial vale muito e seu trabalho será lembrado por todos nós", afirma Bolsonaro, no plano de governo entregue ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Notícias | postado por: Mascarenhas

Segundo a Unesco, um jornalista é assassinado a cada quatro dias no mundo, com 1.010 mortes de profissionais de mídia contabilizadas nos últimos 12 anos devido a sua atividade de querer levar informações ao público.

No Dia Internacional pelo Fim da Impunidade dos Crimes contra Jornalistas, lembrado nesta sexta-feira (2), a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) promove uma campanha mundial de conscientização sobre a violência praticada contra profissionais de mídia.

Segundo a Unesco, um jornalista é assassinado a cada quatro dias no mundo, com 1.010 mortes de profissionais de mídia contabilizadas nos últimos 12 anos devido a sua atividade de querer levar informações ao público. Ainda de acordo com a ONU, em nove de cada dez casos os assassinos ficam impunes.

Notícias | postado por: Mascarenhas

A juíza Gabriela Hardt, substituta da 13ª Vara da Justiça Federal do Paraná, deve assumir interinamente os processos da Operação Lava Jato em primeira instância. Ela passa a ocupar o posto em substituição ao juiz Sérgio Moro, que anunciou nesta quinta-feira (1º) que vai aceitar o convite para ser ministro da Justiça do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). 

De acordo com informações do G1, Hardt assume os processos da Lava Jato enquanto não é escolhido um novo juiz titular, que deve ser selecionado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª região (TRF-4). Ela foi nomeada juíza substituta na 13ª vara federal em 2014 e já ficava responsável pelas atividades de Moro quando ele entrava de férias. 

A partir da próxima segunda-feira (5), vão começar a ser interrogados os réus do processo que investiga o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela compra de um sítio na cidade de Atibaia, em São Paulo. A audiência com Lula está prevista para acontecer no dia 14 deste mês.Bahia Noticias. 

Notícias | postado por: Mascarenhas

O conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Fabrício Castro, lidera a corrida eleitoral pela presidência da seção Bahia da entidade. De acordo com o levantamento contratado pelo Bahia Notícias junto ao Instituto Dataqualy, Castro aparece como opção para 38,8% dos advogados de Salvador e do interior do estado. A pesquisa ouviu 500 advogados entre os dias 23 e 26 de outubro de 2018 e possui margem de erro de 4,4%, com intervalo de confiança de 95%. 

Liderando a chapa “Avança OAB”, Castro aparece 7 pontos à frente do adversário, Gamil Föppel, que detém 31,8% das intenções de voto. De acordo com o levantamento, 24,8% não souberam responder e apenas 4,6% votariam nulo ou branco. 

A mesma pesquisa revela que 42,4% dos entrevistados apostam na vitória de Fabrício Castro para liderar a OAB-BA no próximo triênio. Gamil seria vitorioso para 23,8%, enquanto 33,6% afirmaram não saber quem deve ganhar a eleição, agendada para o próximo dia 21 de novembro. Menos de 1% sugeriu que nenhum dos dois deve comandar a entidade.Foto 1, Arquivo Tvsaj; foto 2 (Márcio Lima, divulgação). Matéria, Bahia Notícias. 

Notícias | postado por: Mascarenhas

O Tribunal de Justiça de São Paulo condenou o ex-prefeito da capital paulista e candidato derrotado à Presidência da República pelo PT, Fernando Haddad, a pagar R$ 200 mil reais de indenização ao promotor Marcelo Milani. A decisão é de primeira instância e cabe recurso.
Milani, do Ministério Público de São Paulo, processou Haddad após o ex-prefeito ter feito uma acusação de que o promotor teria pedido R$ 1 milhão de propina para não mover uma ação civil pública relacionada a construção do estádio do Corinthians. Segundo os autos, a declaração de Haddad foi feita em entrevista concedida a uma revista em 2017.
A acusação foi investigada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo e pela Corregedoria do Ministério Público, mas nos dois casos Haddad não conseguiu comprovar a acusação.

Notícias | postado por: Mascarenhas

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) abriu uma nova licitação para contratação de buffet, diárias de hotéis, transportes e equipamentos para realização de eventos. O valor máximo que a Corte poderá gastar é de R$ 6,8 milhões. Na última licitação, de 2017, o TJ homologou a ata de registro de preços para gastar até R$ 4 milhões em eventos, apesar de poder pagar até R$ 7 milhões (saiba mais aqui).  O edital não especifica se nos itens já estão previstos os gastos para comemoração dos 410 anos de fundação do TJ-BA.   

De acordo com o texto, o TJ poderá gastar R$ 346,8 mil com contratação de equipe de fotógrafos, garçons, intérprete, manobristas, recepcionistas, mestre de cerimônias, entre outros profissionais. Para comunicação visual, com a confecção de banneres, faixas de mesa e certificados, por exemplo, poderão ser pagos até R$ 124,3 mil. Para locação de equipamentos e registro dos eventos em audiovisual, poderá haver o dispêndio de até R$ 96,2 mil.

Notícias | postado por: Mascarenhas

O ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT), fez duras críticas ao PT e disse que "fomos miseravelmente traídos" pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Ciro acusou o PT de eleger Jair Bolsonaro (PSL) para Presidência da República. O pedetista atacou a atuação do Partido dos Trabalhadores para impedir o apoio do PSB à sua candidatura. 

"Fomos miseravelmente traídos. Aí, é traição, traição mesmo. Palavra dada e não cumprida, clandestinidade, acertos espúrios, grana. Pelo ex-presidente Lula e seus asseclas. Você imagina conseguir do PSB neutralidade trocando o governo de Pernambuco e de Minas? [...] Projeto de poder miúdo. De poder e ladroeira. O PT elegeu Bolsonaro", afirmou.

Notícias | postado por: Mascarenhas

Um eleitor foi detido por desacato após chamar um promotor de Justiça de “bundão” em Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo. O fato ocorreu neste domingo (28) após o eleitor ser advertido pelo promotor sobre propaganda eleitoral em local de votação, informou o G1. Segundo a Polícia Militar, o suspeito fazia campanha para um dos candidatos à presidência da República (não foi revelado para quem) no Colégio Isaías Alves. 

O suspeito teria ignorado à recomendação e continuou com a propaganda. Ainda segundo a PM, ao perceber que o promotor havia se afastado um pouco, o chamou de "bundão". Após ouvir a ofensa, o promotor acionou a polícia. O homem foi conduzido para a Delegacia da cidade para prestar depoimento. Em seguida, ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi liberado.Foto Google Maps.Bahia Noticias. 

Notícias | postado por: Mascarenhas

s ações policiais em universidades por todo o Brasil, o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, afirmou que, apesar de não se pronunciar sobre casos concretos, a polícia "só deve entrar em uma universidade se for para estudar".

As ações policiais, que vem acontecendo há três dias, tem relação com à fiscalização de suposta propaganda eleitoral irregular. O também ministro do STF, Gilmar Mendes, afirmou hoje (26) que a Justiça precisa ter “cautela” para evitar exageros em ações nas universidades. Metro 1

Notícias | postado por: Mascarenhas

Policiais e fiscais de tribunais eleitorais desencadearam uma série de ações em universidades públicas por todo o país que despertaram reação da comunidade acadêmica e de entidades da sociedade civil. As medidas, na maior parte delas relacionadas à fiscalização de suposta propaganda eleitoral irregular, vêm acontecendo nos últimos três dias. Críticos das operações apontam censura. 

No Rio de Janeiro, por exemplo, a Justiça ordenou que a Faculdade de Direito da UFF (Universidade Federal Fluminense) retirasse da fachada uma bandeira em que aparece a mensagem "Direito UFF Antifascista". A bandeira chegou a ser removida na terça-feira (23) sem que houvesse mandado judicial, mas logo depois foi recolocada por alunos. 

A decisão judicial, proferida após 12 denúncias recebidas contra a faixa, diz que ela teria "conteúdo de propaganda eleitoral negativa contra o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro [PSL]". No lugar da antiga bandeira, apareceu uma nova com a palavra "censurado" no prédio. Os estudantes, que negam ter feito propaganda político-partidária, organizam uma manifestação para esta sexta (26). 

Notícias | postado por: Mascarenhas

O Real Madrid anunciou nesta quinta-feira, 11,  que entrou com processos contra o jornal português Correio da Manhã pela publicação de uma “informação categoricamente falsa e que tenta prejudicar gravemente a imagem do clube”, relacionada a uma denúncia de estupro apresentada contra o atacante Cristiano Ronaldo.

“O Real Madrid não tinha conhecimento algum do caso ao qual o jornal se refere e que é relativo ao jogador Cristiano Ronaldo, e, portanto, não pôde exercer nenhuma ação sobre algo que desconhecia totalmente”, disse o clube espanhol em comunicado no qual também “exigiu uma retificação total” por parte do veículo.

Segundo o Correio da Manhã, Cristiano Ronaldo não queria assinar um acordo com a modelo Kathryn Mayorga, que o acusou de tê-la estuprado em 2009, em Las Vegas, nos Estados Unidos, mas os advogados do Real Madrid o pressionaram para que aceitasse pagar uma indenização à americana.

Notícias | postado por: Mascarenhas

A Policia Civil de Bom Jesus da Lapa (distante a 777 km de Salvador) está apurando o primeiro caso suspeito de compra de voto no estado. Conforme denúncia recebida pela 38ª Companhia Independente da Bahia (CIPM), candidatos a deputado teriam mandado um caminhão carregado com 150 de caixas d’água para serem distribuídas na zona rural de Serra do Ramalho. Durante diligência para apurar a denúncia, na tarde de sexta, 58, equipes da PM localizaram o caminhão na estrada conhecida com o Eixão, entre as agrovilas 02 e 09, naquela cidade.

Na abordagem, o motorista informou que tinha ordem para descarregar na agrovila 02, mas não declinou nomes de quem mandou e de quem receberia o material. O condutor do caminhão, que não teve o nome revelado, foi encaminhado junto com o veículo apreendido e as caixas d’água com capacidade para 500 litros para a Polícia Civil, cuja delegacia (24ª Coorpin) está sediada em Bom Jesus da Lapa. De acordo com subcomandante da 38ª CIPM, o subtenente Julianderson Araújo, não foi localizado material alusivo à propaganda eleitoral no caminhão e nem lista de nomes dos destinatários. Depois de prestar o depoimento, o motorista foi liberado e deverá acompanhar a apuração. O nome dos supostos compradores dos votos também não foi divulgado, considerando que ainda não há uma prova concreta de ato ilícito.Foto  divulgação SSP-SP. A Tarde.

Notícias | postado por: Mascarenhas

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) reconheceu nesta semana a legalidade da rescisão de contrato do serviço de conexão à internet, sem multas e encargos, por divergências na velocidade mínima. A ação foi movida pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), mas a decisão é válida em todo o território nacional.

O questionamento do Ministério Público, feito em 2009, alegou que a empresa em questão (NET Serviços) não divulgava de maneira adequada o fato de a velocidade real da conexão ser bem inferior ao anunciado em suas peças publicitárias. Na época, o mínimo exigido era 10% da taxa de velocidade anunciada. Mas os percentuais foram alterados a partir de 2011, com a edição de um regulamento de qualidade pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A relatora do caso, ministra Nancy Andrighi, lembrou que o Código de Defesa do Consumidor estabelece como direito dos cidadãos na contratação de um serviço o recebimento de informações adequadas, sobre suas condições, preço e características. A ministra entendeu que a publicidade da empresa mencionava a possibilidade de variações da velocidade, não devendo a prestadora de serviços ser obrigada a garantir a taxa de conexão máxima anunciada.

Notícias | postado por: Mascarenhas

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) publicou o edital do concurso público para juiz substituto nesta quinta-feira (27). As inscrições para o concurso serão abertas no dia 4 de outubro, às 10h da manhã, e se encerram no dia 5 de novembro. O valor da inscrição é R$ 230 e ainda há possibilidade de isenção de taxa para hipossuficientes. No concurso, serão destinadas 50 vagas para juiz, sendo 32 para ampla concorrência, três para vagas reservadas a candidatos com deficiência e 15 vagas são reservadas a candidatos negros. O valor do salário, inicialmente, é de R$ 23,2 mil. A prova será realizada pelo Cebraspe. 

Notícias | postado por: Mascarenhas

"Menos de 1% dos presos do sistema está lá por corrupção ou por crime de colarinho branco. Tem alguma coisa errada nisso. E ainda assim, no Supremo, você tem gabinete distribuindo senha para soltar corrupto. Sem qualquer forma de direito e numa espécie de ação entre amigos", apontou, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo. Ao ser perguntado sobre quais seriam os gabinetes, no entanto, Barroso desconversou. 

Ao comentar a Constituição de 1988, ele frisou que a Carta Magna garantiu diversos direitos aos brasileiros em 30 anos, mas não deixou de apontar a corrupção "estrutural, sistêmica e programada" como um "ponto baixo" do "filme da democracia brasileira", que se reflete, inclusive, na Corte.

O ministro ainda falou sobre a necessidade de renovação dos compromissos democráticos que, para ele, podem ser definidos em duas regras básicas: "A primeira: quem ganhar a eleição leva. E deve se respeitar o direito de a maioria governar. A segunda regra: só é aceitável a maioria governar democraticamente. E, portanto, ela tem que respeitar as regras do jogo democrático e os direitos fundamentais de todos", enumerou.Foto Fernando Frazão, Ag. Brasil. Matéria, Metro 1

Notícias | postado por: Mascarenhas

A Polícia Federal deve pedir em breve a prorrogação por mais 15 dias do inquérito sobre o atentado a facada contra Jair Bolsonaro (PSL). O candidato à Presidência da República foi golpeado na tarde da quinta-feira, 6, por Adélio Bispo, de 40 anos, quando fazia campanha no centro de Juiz de Fora, em Minas. Ele foi operado na cidade mineira no mesmo dia e depois transferido para o Hospital Albert Einsten, em São Paulo, onde permanece internado.

Bispo foi preso por agentes da PF e levado para a delegacia, onde confessou o crime. Ele afirmou que agiu por contra própria e "em nome de Deus". O agressor foi enquadrado na Lei de Segurança Nacional e pode ser condenado a pena de reclusão pelo período de 3 a 10 anos, podendo ser aumentada em até o dobro.

Notícias | postado por: Mascarenhas

 

A 8ª Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) condenou dois candidatos que fraudaram o Exame de Ordem de 2006 a pagar indenização por danos morais coletivos. A Turma declarou a a nulidade do exame feito pelos candidatos e determinou que os acusados devolvam as carteiras da OAB de Goiás.

A ação civil pública foi movida pelo Ministério Público Federal (MPF) contra três candidatos para que tivessem a OAB cancelada. A denúncia aponta que os acusados compraram a aprovação no exame através de negociação com quadrilha que teria fraudado a prova. Para o MPF, a OAB foi conivente com o fato, já que os acusados passaram a exercer a advocacia. A Ordem, em sua defesa, alegou que, ao receber as denúncias do caso, instaurou uma sindicância. Uma candidata teve a carteira suspensa por admitir a fraude. A seccional sustentou ainda que requereu a instauração de inquérito policial para que fosse apurada eventual fraude no exame. 

Notícias | postado por: Mascarenhas

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), manteve a norma do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que pede discrição de magistrados nas redes sociais. O pedido para suspender o Provimento 71 do CNJ, que trata do assunto, foi feito pela Associação Nacional de Magistrados Estaduais (Anamages). Para o ministro, o STF não pode se manifestar sobre o tema.

O provimento dispõe que o juiz deva agir com reserva, cautela e discrição ao publicar seus pontos de vista nos perfis pessoais nas redes sociais, evitando a violação de deveres funcionais e a exposição negativa do Poder Judiciário. Também orienta que o magistrado evite pronunciamentos oficiais sobre casos em que atuou e publicações que possam ser interpretadas como discriminatórias de raça, gênero, condição física, orientação sexual, religiosa e de outros valores ou direitos protegidos ou que comprometam os ideais defendidos pela Constituição Federal.

Notícias | postado por: Mascarenhas

Um total de 231 denúncias de irregularidades em campanhas de candidatos baianos foi encaminhado para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Segundo a Coluna Satélite do Correio, as acusações foram feitas por meio do aplicativo Pardal, criado pela Justiça Eleitoral e usado a partir de 2016. Salvador tem o maior número de denúncias com 82 casos. Em segundo, vem Eunápolis, na Costa do Descobrimento, com 16 registros, e em terceiro, Itamaraju, com 14. 

A principal causa das denúncias se refere à propaganda irregular, com 155 casos apontados, 67% do total. Já o uso da máquina pública na campanha vem em segundo lugar com 28 ocorrências (12%). Em terceiro, 20 casos foram denunciados contra a prática de crimes eleitorais, e em terceiro, com 9 registros, acusações sobre compra de votos. 

Até esta sexta-feira (14) 5.116 denúncias foram levadas ao TSE por cidadãos. São Paulo tem o maior número de denúncias, com 656 casos. Depois, aparecem Pernambuco, com 653, e Mato Grosso, com 294.Foto reprodução. Matéria, Bahia Noticias. 

Notícias | postado por: Mascarenhas

O servente de pedreiro Adélio Bispo de Oliveira, 40 anos, que esfaqueou o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, classificou o atentado contra o presidenciável como “um incidente”, afirmou que pretendia “dar uma resposta, um susto” em Bolsonaro e que se sente “ameaçado” pelos discursos do candidato. As declarações de Adélio foram dadas em audiência de custódia na última sexta-feira 7, na Justiça Federal de Juiz de Fora (MG), cidade onde a agressão aconteceu, no dia anterior.

A facada desferida por Adélio Bispo de Oliveira atingiu o abdômen de Jair Bolsonaro, deixando três perfurações no intestino delgado do presidenciável e uma lesão mais grave no cólon transverso, porção do intestino grosso. Operado na Santa Casa de Juiz de Fora, Bolsonaro foi transferido no dia seguinte ao atentado para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde se recupera.
“Depois de um incidente, um certo incidente, houve um tumulto muito grande. Fui imobilizado pelos policiais ali presentes e no chão fui bem espancado na região abdominal, pernas, enfim, costelas, pelos militantes que estavam ali”, disse o esfaqueador diante da juíza federal Patrícia Alencar. Ele disse que estava com dores na região abdominal e tinha dificuldades para falar.

Notícias | postado por: Mascarenhas

A primeira batalha travada pela jovem advocacia brasileira na ampliação de participação nas diversas instâncias estaduais e nacional na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) foi ganha na última sexta-feira, 31 de agosto, durante reunião do Colégio de Presidentes de Seccionais da OAB, no Rio Grande do Sul, que acatou parcialmente o pleito dos profissionais que têm até cinco anos de inscrição na Ordem.

Os presidentes da Ordem de todo o país presentes na reunião votaram favoravelmente pela recomendação da extinção da cláusula de barreira no âmbito dos Conselhos Seccionais e redução de cinco para três anos para os cargos de diretoria das Caixas de Assistência, Subseções, Seccionais e do Conselho Federal da entidade. Significa dizer que a participação da jovem advocacia poderá ser ampliada para funções de direção, desde que o projeto também passe pelo Conselho Federal da Ordem e pelo Congresso Nacional.

Notícias | postado por: Mascarenhas

A inclusão social perpassa pelo atendimento das necessidades de todas as pessoas que, de alguma forma, são colocadas à margem da sociedade.  A inclusão social é o termo utilizado para designar toda e qualquer política de inserção de pessoas ou grupos excluídos na sociedade. Portanto, falar de inclusão social é remeter ao seu inverso, a exclusão social.

Nesse sentido, para estabelecer uma ação de inclusão social, primeiramente é necessário observar e identificar quais seriam aqueles que estariam sistematicamente excluídos da sociedade, ou seja, que não gozam dos seus benefícios e direitos básicos, como saúde, educação, emprego, renda, lazer, cultura, entre outros.

De certo modo, é muito difícil que alguém ou algum grupo social esteja totalmente excluído de toda a sociedade. Geralmente, isso ocorre sobre uma parte dela. Assim, falar de inclusão é falar de democratizar os diferentes espaços para aqueles que não possuem acesso direto a eles. 
Por exemplo: as cotas raciais seriam uma medida de inclusão dos negros na universidade, no sentido de que esse grupo de pessoas, por razões históricas, possui estatisticamente maiores limitações materiais para alcançar o nível superior. Outro caso seria a adoção de medidas de acessibilidade para idosos e deficientes físicos que não conseguem acessar ou se deslocar em espaços públicos das cidades.

Notícias | postado por: Mascarenhas

Em depoimento prestado na tarde desta segunda-feira (3), o empresário Silvio Antônio Cabral da Silveira, proprietário do apartamento onde a Polícia Federal (PF), disse que "não tem novidade" e que disse apenas "o que já havia falado na Polícia Federal", ao deixar a Seção Judiciária do Estado da Bahia, localizada no Fórum Teixeira de Freitas, no bairro de Sussuarana, em Salvador. 

A quantia de R$ 51 milhões e atribuída ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), foi encontrada pela PF no apartamento que o pertence. Silvio Antônio se pronunciou na condição de testemunha de acusação e prestou depoimento por cerca de uma 1h30.

No primeiro depoimento, o empresário afirmou à PF que havia emprestado o apartamento a Lúcio Vieira Lima, irmão de Geddel, para que a família pudesse guardar os pertences do pai deles, o ex-deputado federal Afrísio Vieira Lima, que morreu no ano passado. 

Outras duas testemunhas também prestaram depoimento: a administradora do prédio onde estavam localizadas as malas com dinheiro, Patrícia Santos Queiroz, e a funcionária do deputado federal Lúcio Vieira Lima, Marinalva de Teixeira Jesus. Na ordem, Marinalva foi a primeira a depor nesta tarde. Ela permaneceu na sala por cerca de 40 minutos. Ao deixar as dependências do Fórum, ela disse apenas que não sabia porque havia sido convocada e que trabalha com a família há 21 anos.Foto divulgação Polícia Federal, Matéria, Tribuna da Bahia. 

Notícias | postado por: Mascarenhas

fogo que consome as estruturas do Museu Nacional é a imagem-símbolo de como o Brasil costuma lidar com a ciência e a preservação de nossa história. Com 200 anos completos no dia 6 de junho,essa era a mais antiga instituição científica do Brasil e dona do maior acervo de história natural da América Latina, com mais de 20 milhões de itens. Nos últimos anos, entretanto, o orçamento destinado ao museu ficou cada vez mais reduzido, deixando evidente a necessidade de reformas para a preservação do acervo. Não deu tempo. 

O incêndio, que começou por volta das 19h30 deste domingo (2 de setembro), não deixou feridos. Ainda não é possível saber como o fogo começou e nem a extensão dos danos ao acervo do museu, localizado no Palácio de São Cristovão, na Quinta da Boa Vista. Mas as imagens divulgadas dão conta que o estrago é grande: milhares de itens em exposição e que estavam nos arquivos da instituição correm o risco de serem destruídos pelo fogo.

Notícias | postado por: Mascarenhas

A maioria dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu na noite desta sexta-feira, 31, barrar o pedido de registro de candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência da República nas eleições de outubro. A decisão foi tomada a partir de 16 impugnações à candidatura apresentadas ao tribunal (assista a vídeo do julgamento abaixo).A maioria formada entendeu que Lula está inelegível com base na Lei de Ficha Limpa, aprovada em 2010, que vetou a candidatura de quem foi condenado por órgão colegiado.Foram proferidos seis votos contra o registro. Votaram neste sentido o relator, Luís Roberto Barroso, Jorge Mussi, Og Fernandes, Admar Gonzaga,Tarcísio Vieirar e a presidente, Rosa Weber.

O TSE é composto por sete ministros. Edson Fachin foi o único a se manifestar a favor da concessão do registro.Pela decisão, Lula não poderá mais aparecer no programa eleitoral para presidente, veiculado no rádio e na televisão, até que o PT faça a substituição por outro candidato. Conforme o entendimento, o ex-presidente também deverá ter o nome e foto retirados da urna. O partido terá 10 dias para indicar o substituto.Lula está preso desde 7 de abril na sede da Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba, em função de sua condenação a 12 anos e um mês de prisão, na ação penal do caso do triplex em Guarujá (SP), que foi confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, sediado em Porto Alegre.A Tarde

Notícias | postado por: Mascarenhas

Há quase dez anos, os defensores públicos pedem a desvinculação de suas carreiras com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Diferente de outras carreiras, tal como magistratura e do Ministério Público, os empossados como defensores não têm os registros na Ordem suspensos ou cancelados. Eles precisam continuar pagando a anuidade da instituição, apesar da carteira da Ordem não ser requisito para atuar como defensores públicos. 

Recentemente, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) acatou um recurso interposto pela Associação Paulista dos Defensores Públicos (Apadep) em um processo de desvinculação da OAB local. O ministro Og Fernandes, relator do recurso, deu provimento ao recurso para “o fim de reconhecer a desnecessidade de inscrição na ordem dos advogados para que os defensores exerçam suas atividades profissionais". 

Notícias | postado por: Mascarenhas

Uma mulher de 39 anos que foi presa suspeita de matar, queimar e esquartejar o filho, de um mês de idade, em Itabuna, no sul da Bahia (veja aqui), confessou o crime e revelou à polícia onde escondeu o cadáver. Ela aparece em um vídeo desenterrando os restos mortais do bebê após ter levado os investigadores até o local. 

O corpo da criança estava debaixo de uma árvore. No vídeo, Rosemare de Oliveira aparece desenterrando o filho e dizendo que queimou a criança depois de perceber que ela estava morta, negando usar um canivete para feri-la. "Não usei canivete. Eu queimei ele. Ele estava morto. Eu sei que ele estava morto porque o corpo estava gelado. Eu não usei canivete nenhum nele, porque eu não ia maltratar meu filho. Não tem sangue meu ou dele, não tem marca nenhuma. Eu nunca usei esse canivete, eu só uso porque tenho medo de alguém fazer alguma coisa comigo. É uma auto-defesa minha”, afirmou. 

De acordo com a polícia, a mãe contou que enterrou o filho depois que ele passou mal e morreu. Porém, ao desenterrar o recém-nascido, o Departamento de Polícia Técnica (DPT) descobriu que o menino tinha sido assassinado. O corpo da criança estava esquartejado. Ainda segundo informações da polícia, a mulher sofre de depressão e foi autuada por infanticídio e levada para a carceragem da Delegacia de Itabuna, onde está à disposição da Justiça. Segundo o G1, o corpo do menino foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Itabuna.Foto Reproudção. Matéria Bahia Noticias. 

Notícias | postado por: Mascarenhas

O homem de 46 anos acusado de matar a ex-mulher a facadas e depois enterrar o corpo dela com concreto no quintal da casa onde os dois moravam (lembre aqui) foi condenado a 19 anos de prisão. A decisão foi decretada pelo Tribunal de Justiça (TJ-BA), na manhã desta segunda-feira (20). O crime aconteceu na cidade de Ilhéus no sul do estado, no ano passado. A decisão cabe recurso. 

De acordo com o TJ, a defesa de Jeferson Amaral de Carvalho pediu a redução da pena. A acusação, no entanto, pediu o aumento da pena do réu. O juiz recebeu os recursos e as partes apresentarão as rações de apelação para que o processo seja novamente encaminhado ao Tribunal de Justiça. 

Segundo o G1, Jeferson foi condenado a 16 anos de prisão pelo homicídio e mais três anos pela ocultação do cadáver da mulher, Sandra Oliveira, que tinha 43 anos. Ele cumprirá a pena em regime fechado. Jeferson se encontra preso desde que o crime foi descoberto pela polícia.Foto divulgação Polícia Civil. Matéria, Bahia Noticias

Notícias | postado por: Mascarenhas

A juíza Ana Cláudia Souza, da 2ª Vara da Justiça pela Paz em Casa, percebeu que as vítimas de violência doméstica chegavam para atendimento sem a mínima informação de como o processo se desenvolve e o que realmente poderia ser resolvido com as medidas protetivas. Além disso, sentiu o desconforto dessas vítimas de estarem no mesmo ambiente que o suposto agressor. 

Isso a levou a criar, em janeiro deste ano, um projeto com o objetivo principal de orientar essas mulheres acerca da Lei Maria da Penha e das medidas protetivas que podem ser tomadas durante o processo. Mas o apoio às vítimas vai além da orientação, que acontece em econtros mensais. A magistrada e uma equipe multidisciplinar já proporcionaram diversas atividades, como ensaio fotográfico e dia de beleza, que ajudam também a autoestima dessas mulheres, que na maioria dos casos fica bastante abalada após as agressões. 

Notícias | postado por: Mascarenhas

A esposa do homem que foi esfaqueado pela filha durante uma briga do casal, em Vila Velha, disse que não vai denunciá-lo à polícia. Mesmo já tendo sido agredida outras vezes, a mulher defendeu o companheiro. “Ele não merece, é um homem muito bom. O problema dele é a cachaça”, disse. * O G1 não vai identificar o agressor nesta reportagem para preservar a vítima.
O caso aconteceu na noite desta quinta-feira (9), após voltarem de um bar. Ao ver a mãe ser agredida pelo pai, a filha adolescente, de 16 anos, golpeou o homem com uma faca, para que ele parasse com as agressões. O agressor, um montador de carros de 50 anos, levou duas facadas. 

Casos de feminicídios crescem 20% em 1 ano no Espírito Santo 
Mas o que faz uma mulher agredida não denunciar o agressor? O G1 foi buscar explicações com uma psicóloga que atende mulheres para entender esse comportamento de vítimas que, mesmo sofrendo agressões por parte dos companheiros, seguem na relação e não levam o caso à polícia.
Cristiana Cariola Travassos atende mulheres vítimas de violência doméstica e agressores em um projeto oferecido pela prefeitura de Vitória.
Segundo ela, é comum que por medo e vergonha as mulheres não façam as denúncias. 

“Tem a questão de que a mulher se vê como a responsável por manter a união da família. Ela também acha que o homem vai melhorar, que ela tem que ter paciência. Há ainda a dependência financeira. Ela não tem para onde ir e acha que tem que se submeter àquilo”, disse.
Ciclo de violência 
As consequências disso, segundo a psicóloga, é que a mulher perde a essência e, sem querer, pode provocar um ciclo de violência.
“Isso gera um ciclo vicioso, porque ela vai dando novas chances e a cada vez que ele agride, a agressão fica mais violenta. Começa com xingamento, daqui a pouco está batendo, daqui a pouco está matando. A autoestima cai, porque o agressor coloca a culpa na mulher, e ela começa a se esvaziar, a se anular. Não sabe mais quem é, do que gosta”, completou a psicóloga. 

'Denunciar é um dever de todos' 
Para a chefe da Divisão Especializada de Atendimento à Mulher, a delegada Cláudia Dematté, em casos de violência, denunciar é um dever de todos. “A sociedade tem responsabilidade também. A gente não pode ser omisso ao ver um crime, é importante que as pessoas se posicionem”, disse a delegada.

Lei Maria da Penha 
A Lei Maria da Penha existe para proteger as vítimas que sofrem agressões físicas, psicológicas, sexuais e outras violências dentro de casa.
De acordo com a delegada, desde a implantação da lei, o número de mulheres que buscam as delegacias para denunciar violência cresceu. Mas o Espírito Santo ainda ocupa a 3ª posição entre os Estados mais violêntos contra à mulher, segudo o Monitor da Violência.
E, como disse a delegada, "é um dever de todos denunciar". Mas você sabe o que fazer ao ver ou ouvir uma mulher sendo agredida? E se você for a vítima? O G1buscou as orientações, acesse:  

Caso 
Mesmo sem ter sido denunciado pela esposa, o marido foi autuado em flagrante por lesão corporal e injúria na Forma da Lei Maria da Penha e está internado sob escolta policial no Hospital São Lucas.
Já a filha, a adolescente de 16 anos, não foi autuada porque a delegada entendeu que ela agiu em legítima defesa da mãe. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados para preservar a identidade das vítimas.
Em depoimento à polícia, a mulher e a adolescente contaram que o casal estava em um bar ao lado de casa, no bairro Cobi de Cima, quando o homem ficou com ciúmes e discutiu com a esposa, de 54 anos.
Os dois foram para casa e, segundo os depoimentos, ele começou a bater na mulher. A filha disse que gritou pedindo várias vezes para que ele soltasse a mãe.
Como as agressões não pararam, ela deu dois golpes com uma faca na barriga do pai. O homem soltou a mulher, voltou para o bar e pediu socorro.
O homem foi autuado por lesão corporal e injúria e está internado sob escolta policial em estado grave no Hospital São Lucas.
A delegada determinou o pagamento de uma fiança de R$ 1 mil, que ainda não havia sido paga até esta sexta-feira (10). Assim que receber alta, ele será encaminhado para o Centro de Triagem de Viana.Foto reprodução Jornal Nacional. Matéria, fonte, Globo. 

Notícias | postado por: Mascarenhas

 

Por ANTONIO MASCARENHAS

Realizado, nessa segunda-feira, 06, na sede da OAB, sediada na Rua J.J. Seabra, Loteamento Grande Vale, em Santo Antonio de Jesus, o II SIMPÓSIO DE PROTEÇÃO AOS DIREITOS DA MULHER, em comemoração aos 12 anos da Lei Maria da Penha, num evento protagonizado pela Comissão de Proteção aos Direitos da Mulher, coordenado por Dra. Dorothy Mary Nunes Pinto em parceria com a  subseção dessa entidade, no município e  apoio de algumas empresas locais. 

Dentre as autoridades que marcaram presenças, Dra. Renata Rocha (MMa Juíza de Direito da 3a. Vara Cível, em S.A.Jesus), Dr. Humberto Vieira (Presidente da OAB, Sub seção de  S.A.Jesus), Antonia (Sub-Tenente, representando o 14o. BPM) Dra. Dr. Francisco (Juiz de Direito da Vara Criminal), Dalva Mercês (Vice-Prefeita de S.A.Jesus); pela Polícai Civil, Dr. Edilson Magalhães (Delegado Regional, Coordenador da IV COORPIN), Dra. Patrícia Neves Jackes Aires (Delegada em S.A.Jesus), Dra. Núncia Zaira Pimentel e Orlando Cursino, também delegados; palestrantes Dra. Sara Gama Sampaio, Dr.João Manoel Santana Rodrigues, Dra. Ana Patrícia Dantas Leão; Dr.Murilo Bahia (Defensoria Pública), Julieta Palmeira (Secretaria de Políticas Públicas para a Mulher - SPM); mediadores das oficinas Kátia Santos e Amélia Almeida; Dr. Lino (Políca Técnica),  Aryane Leila dos Anjos (representante da Secretaria de Assistência Social).

Também presentes, dentre os advogados, Dr. Zé Reis Filho e Dr. Júnior (ex-presidentes da OAB local); Dr. Josemar; Dra. Fernanda Nana,Dra. Andressa, Dra. Fernanda, Dr. Herivaldo Júnior, Dra. Lia Barroso; Carmelita Nery (ex-Secretária de Educação do município), Luciene (empresária da Óticas Cor), estudantes da FACEMP e representantes de diversos segmentos da sociedade local.

PELA MANHÂ

PATRÍCIA TELES DOS SANTOS, administradora e assessora téncina da SPM (Secretaria de Politicas Públicas) teve a missão de coordenar os trabalhos inerentes à "Oficina de Empoderamento e Autonomia da Mulher", onde procurou interagir de forma bastante construtiva com as pessoas que se fizeram presentes.  

ROSA BASTOS, psicologa, assessora tecnica da SPM (foto) conduziu a oficina "Quem Ama Abraça", enquanto AMÉLIA ALMEIDA, Psicóloga e Mestra em Ciências Sociais/Estudo de Gênero da UFBA,órgão ligado à Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres, teve oportunidade de conduzir "Oficina de Enfrentamento à Violência da Mulher", logo após o intervalo, trazendo à tona situações que, no dia a dia,  precisam ser colocadas em prática, de maneira que contribuam para a diminuição paulatina de situações vexatórias contra as mulheres.

Á TARDE

Compondo a mesa, na segunda parte do evento, Dra. Renata Rocha (MMa Juíza de Direito da 3a. Vara Cível, em S.A.Jesus), Dr. Humberto Vieira (Presidente da OAB, Sub seção de  S.A.Jesus), Antonia (Sub Tenente, representando o 14o. BPM) e Dra. Dorothy Mary Nunes Pinto (Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos das Mulheres em S.A.Jesus e coordenadora da Comissãoem epígrafe) e Aryane Leilda dos Anjos (representante da Secretaria de Assistência Social).

Dr. HUMBERTO VIEIRA, na qualidade de presidente da OAB local, aproveitando o ensejo, discorreu sobre a importância desse evento organizado pela Comissão de Proteção aos Direitos da Mulher. Destacou o emprenho da entidade em estar aberta a todo tipo de diálogo com os diversos segmentos da sociedade, de maneira que a cidadania possa ser exercida a contento. 

Dra. RENATA ROCHA, MMA. Juíza de Direito da 3a. Vara, além de parabenizar os organizadores do evento, destacou a importância desse diálogo e a necessidade de que todos os poderes públicos estejam engajados nessa luta em prol da defesa dos direitos da mulher, de maneira que se combata, desde o nascedouro, todo e qualquer tipo de violência contra as mulheres. 

DRA SARA GAMA SAMPAIO, Promotora de Justiça da 1a. Promotoria Especializada em Crimes de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher da Capital, proferiu palestra audiovisual com a temática " Violência Contra a Mulher: Panorama sobre a realidade atual" , oportunidade em que procurou mostrar as diversas variantes que são utilizadas nos diversos tipos de violência contra a mulher. 

DRA.PATRÍCIA NEVES JACKES AIRES, Delegada de Polícia Civil, titular do Núcleo de Proteção à Mulher de S.A.JESUS, também proferiu palestra audiovisual, oportunidade em que discorreu sobre índices estatísticos de casos de violência contra a mulher no primeiro semestre do ano em curso. Em sua fala, dentre outros aspectos, apresentou dados estatísticos acerca dos casos de violência contra a mulher, no primeiro semestre, em S.A.Jesus. Aproveitando o ensejo, regozijou-se da satisfatória acolhida, por parte do judiciário, dos casos de solicitação de medidas protetivas. 

DRS. JOÃO MANOEL SANTANA RODRIGUES, Promotor da Justiça Criminal, Violência Doméstica e Familiar, ao lado de Dr. MURILO BAHIA, da Defensoria Pública no município, discorreram sobre o tema " Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher: Realidade Local". Eles que também se reportaram a respeito da importância do expediente das medidas protetivas e a necessidade de parceria entre os órgãos que, direta e indiretamente, estão envolvidos nessa luta em prol dos direitos das mulheres. 

DRA. ANA PATRÍCIA DANTAS LEÃO, Vice-Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Bahia, trouxe à baila o tema " A Lei Maria da Penha e os Reflexos no Direito da Família". Também em palestra audiovisual, ela mostrou exemplos clássicos em que famosos se utilzaram de logísticas em subterfúgios que atuaram com verdaeiros " rolos compressores" em agressões de toda ordem contra as mulheres, inclusive no que concerne à publicidade mercadológica. 

Paralelamente às atividades desenvolvidas, seja pela manhã, seja pela tarde, a Comissão procurou oferecer aos participantes, através das empresas que procuraram prestar apoio a esse evento, serviços de beleza, saúde (FACEMP), exposição de produtos (Carmen Steffen) e entretenimento. 

Parabenizar a OAB, e , em especial, a Coissão de Proteção aos Direitos da Mulheres pelo belíssimo trabalho realizado. Informações que, com certeza, serão pulverizadas no seio da sociedade local, através do tradicional " boca a bora" e redes sociais, e, para os demais municípios, toda Bahia, Brasil e universo, através da Tvsaj que fez cobertura completa do evento. Parabenizar, também, Fátima Carvalho pelo brilhante monólogo, em que trouxe à baila, situações de conformismo que, infelizmente, fazem parte no cotidiano de muitas mulheres mas que, necessariamente,  precisam ser desraigadas dessa " cultura de permissividade" presente no seio da sociedade. E,no final do evento foram entregues certificados aos participantes da mesa.  Fotos, Antonio Mascarenhas. Veja mais fotos em LEIA MAIS e, TODAS, através do link FOTOS, no topo do site. PUBLICAREMOS VÍDEOS E ENTREVISTAS. 

Notícias | postado por: Mascarenhas

Munícipe de Nova Itarana denuncia a administração municipal pelo fato de, pelo que assevera, a atual gestão esteja ferindo o que preconizam as publicações inerentes à convocação de candidato (aprovado em concurso) fora do prazo, incluindo-se, aí, ao da última prorrogação, conforme publicação (anexa no LEIA MAIS). Concurso que foi realizado em 2012 e que chegou a ser prorrogado por dois anos. Assevera que a convocação que ora se realiza é irregular, de conformidade com os prazos regimentais. 

Complementa afirmando que a Constituição Federal é bem clara sobre a validade de um concurso que é 4 anos, depois desse período o certame perde sua validade. Enviou, em anexo,cópia de publicações em PDF, a exemplo de edital, homologação e prorrogação e as convocações dos candidatos, num desrespeito total a moralidade e legalidade na administração pública, segundo ela. Material enviado via e.mail.Obviamente, cabe o contraditório. Oferecemos espaço para que a gestão municipal, se assim ache necessário, esclarecer a respeito desse fato.   Foto divulgação TCM municipal. 

Notícias | postado por: Mascarenhas
Notícias | postado por: Mascarenhas

Ao atender um pedido da deputada federal Cristiane Brasil (PTB), a Justiça do Rio de Janeiro determinou que o Google retire do ar quatro links direcionados para sátiras e paródias sobre a parlamentar. Cristiane entrou com a ação no 23º Juizado Especial Cível para tentar remover as gozações decorrentes de sua indicação para assumir o Ministério do Trabalho. 

Segundo informações da coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo, o juiz Antonio Carlos Pereira deferiu parcialmente o pedido. Ele ordenou a remoção de links humorísticos, sob o argumento de que eles ultrapassaram "o mero intuito informativo". 

Uma das postagens atingidas se refere ao vídeo em que Cristiane aparece de biquíni com amigos, defendendo sua nomeação para o ministério (lembre aqui). "O vídeo parece abertura de filme pornô: ela de biquíni numa lancha com quatro gogoboys que ela arrumou no Tinder", diz o texto do humorista José Simão, publicado na Folha de S. Paulo. O Google ainda não tirou os links do ar e, de acordo com a publicação, vai recorrer da decisão. 

INDICAÇÃO DE CRISTIANE BRASIL

Filha do ex-deputado Roberto Jefferson (PTB), Cristiane Brasil ganhou maior notoriedade no cenário nacional depois que foi indicada para assumir o Ministério do Trabalho. Como ela possui duas condenações por causas trabalhistas, associações da área se opuseram à indicação. 

Assim, em meio à disputa sobre a moralidade dessa nomeação, o caso virou uma batalha jurídica, com direito a suspensão de posse pelo Supremo Tribunal Federal (STF), até que o PTB desistiu da briga (saiba mais aqui). Na época, o partido teve que se contentar com Helton Yomura, que já ocupava o cargo de ministro de forma temporária.Fonte BAHIA NOTÍCIAS


Enquete


PodCast