Cidades


Notícias



Colunistas


Notícias

Luta contra a gordofobia: blogueira fala sobre desafios e autoaceitação

 

Comemorado nesta terça-feira, 10, o Dia de Luta Contra a Gordofobia é uma data para conscientizar a sociedade sobre a importância do respeito às pessoas gordas. Neste ano, o Movimento Vai Ter Gorda promove, às 18h30 desta terça, uma sessão solene na Câmara Municipal de Salvador para homenagear 20 pessoas pela atuação no combate à gordofobia.

De acordo com o artigo "O que é Gordofobia?", do site Voz das Comunidades, o termo significa uma aversão às pessoas gordas, em um contexto em que a magreza é exaltada como sinônimo de beleza e saúde. Conforme o artigo, ser magro não é sinônimo de saúde, assim como ser gordo não é sinônimo de doença.

"O corpo magro ainda é visto por muitas pessoas como um símbolo de beleza, principalmente nas redes sociais. Tento combater esse estereótipo de que o corpo gordo é doente e feio. Existem muitas mulheres gordas que são dançarinas, fazem exercício físico e ganham concursos de beleza Plus Size. As pessoas precisam entender que uma mulher gorda pode ser tão saudável e maravilhosa quanto uma mulher magra", afirmou a blogueira, Vivian Vieira, criadora do primeiro blog dedicado exclusivamente a moda plus size na Bahia, o Etiqueta GG.

Quando decidiu criar o blog, Vivian teve como maior desafio o preconceito das pessoas e a falta de atenção das lojas para o público gordo. Segundo ela, as tendências da moda em números maiores chegavam por último e as opções plus size adequadas eram bem poucas. Para a blogueira, o mercado de moda plus size está melhorando aos poucos, mas ainda tem muito para avançar.

Ter que passar na catraca do ônibus ou precisar viajar e lidar com o constrangimento de o cinto de segurança não fechar são algumas das dificuldades vividas pelas pessoas gordas no cotidiano. A coordenadora nacional do Movimento Vai Ter Gorda, Adriana Santos, contou, em entrevista ao Portal A TARDE, que a acessibilidade é uma das pautas mais urgentes. "Temos a questão da acessibilidade nas catracas dos ônibus, para que a pessoa gorda não seja obrigada a passar por algo que a machuca", relatou.

Para ela, ainda é necessário pensar em políticas públicas para atender a população gorda. "Precisamos de mais acessibilidade, mais oportunidades de emprego, mais representatividade na mídia e nos espaços de poder e criminalização da gordofobia", concluiu.

Aceitação

Aceitar o próprio reflexo diante do espelho é, para muitas pessoas gordas, um processo difícil e cheio de desafios. A blogueira Vivian Vieira contou que começou a engordar na pré-adolescência e que foi um momento complicado. "Eu não aceitava meu corpo, tinha dificuldades de encontrar roupas do meu tamanho e que me agradassem", lembrou ela, que já fez muitas "dietas malucas" e chegou a passar por um processo de engordar e emagrecer muito rápido, conhecido como 'efeito sanfona'.

Se cercar de mulheres gordas e inspiradoras foi o que ajudou Vivian a construir sua própria autoestima. "Hoje eu sou uma mulher que tem autoestima, me tornei mais confiante e menos tímida. Gosto de conversar com meus seguidores como uma amiga, debater sobre diversos assuntos e mostrar que juntos somos mais fortes", finalizou.

 
 


Categorias

Comportamento Saúde

Enquete


PodCast