Cidades


Notícias



Colunistas


Vídeos

DR. MAURO DIAS, renomado oftalmologista, fala sobre benefícios do uso de LENTES DE CONTATO


Por ANTONIO MASCARENHAS

DR. MAURO DIASrenomado oftalmologista, atuando na Clínica Oftalmo Sensorial, em Santo Antonio de Jesus e Amargosa, em entrevista exclusiva à Tvsaj, discorreu sobre benefícios do uso de lentes de contato, uma das vertentes para correções visuais e, por extensão, possibilidade de mais conforto e estética aos seus usuários. Segundo ele, as lentes não apenas substituem óculos, mas oferecem possibilidade de correções de ametropias. Em algumas situações, o uso de lentes de contato é obrigatório, principalmente em casos de ametropia (miopia, hipermetropia ou astigmatismo) ou anisotropia (diferença de graus acentuada nos olhos) ou os pacientes detentores ceratocone (doença em que a córnea fica meio torta)

Reporta-se à importância do uso de lentes no que concerne à auto-estima dos pacientes. Segundo ele, as pessoas se sentem mais felizes  no momneto em que não usam óculos. Assevera que hoje, existem vários tipos de lentes de contato. Frisa a  grande busca da indústria oftalmológica em torno do desenvolvimento de produtos que propiciassem maior oxigenação da córnea. Para tanto, o desenvolvimento de lentes gelatinosas. A qualidade das lentes e a intensidade de uso é preponderante para melhor oxigenação da córnea, sem prejuízo para os olhos.

Os pacientes que se utilizam de lentes de contato têm que ser bem orientados. Recomenda que, em que pese lentes de grande capacidade de oxigenação, as pessoas não procurem dormir com elas, mesmo porque, em que pese a qualidade desses instrumentos, sempre há redução de oxigenação e, a longo prazo, pode prejudicar a córnea. Além disso, é imperiosa a necessidade de higienização. As lentes de silicone-hidrogel são as mais indicadas, todavia, ele recomenda que pacientes possam retirá-las antes de dormirem.

Argumenta que o uso indiscrimando de lentes, adquiridas, inclusive, em camelôs, podem levar as pessoas a casos de cegueira. Úlceras perfuradas podem provocar infecções que atingirão o fundo dos olhos e por extensão, o cérebro. Para cada tipo de paciente, receitas específicas em que indicam graus, curvatura, etc. Entrevista, Antonio Mascarenhas. Imagens e edição, Julio Mascarenhas


Categorias

BAHIA Comportamento Curiosidades Dicas de SAÚDE Documentários Entrevistas Publicidade RECÔNCAVO Saúde

Enquete


PodCast